Histórico

Histórico


O Centro de Memória da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (CEMEERP) teve seu processo de criação iniciado na gestão da Senhora Diretora - Profª Dr.ª Emília Luigia Saporiti Angerami, durante a comemoração do 35º aniversário da Escola, em 1988.

Aos 9 de maio de 1989, através da Portaria D/EERP-18/89, foi constituída, para concretizar a idéia, a seguinte Comissão:

· Srª Nadyr Viana Lomônaco - Coordenadora
· Profª Drª Daisy Leslie Steagall Gomes
· Prof. Francisco de Assis Correia
· Srª Maria José Cesarino Fram

Várias reuniões sucederam-se; buscou-se, inicialmente, a orientação do Prof. Dr. José Eduardo Mauro, do Instituto de Estudos Brasileiros/USP, em São Paulo, quando, aos 17 de agosto de 1989, a Profª Zaíra Benedini e o Prof. Francisco de Assis Correia entrevistaram-no.

A seguir, consultou-se o Prof. Fernando Antônio Abrahão, do Centro de Memória da UNICAMP, que passou, então, a assessorar o incipiente Centro de Memória da EERP/USP, através de contínuos contatos realizados pelo Prof. Francisco de Assis Correia, docente de Ética, História e Legislação em Enfermagem do Departamento de Enfermagem Psiquiátrica e Ciências Humanas da EERP/USP.

No dia 1 de setembro de 1989, o Prof. Fernando Antônio Abrahão esteve em visita a esta Escola, reunido com a Excelentíssima Senhora Diretora e com a Comissão do Centro de Memória. Juntos, definiram o objetivo do referido Centro.

No dia 4 de dezembro de 1989, a Srª Nadyr Viana Lomônaco, Profª Zaíra Benedini, Srª Maria José Cesarino Fram e Prof. Francisco de Assis Correia visitaram o Arquivo Público e Histórico do Município de Rio Claro, Estado de São Paulo, renomado no país e no exterior, entrevistando-se com a funcionária Ana Maria Penha Mena Pagnocca sobre diversos aspectos de arquivística, biblioteconomia, iconografia e história oral .

Com o conhecimento adquirido desses contatos e visitas, o grupo estruturou todo o seu trabalho e iniciou a busca, seleção e reconhecimento de documentos, fotos e materiais, que pudessem constituir-se em acervo histórico, resgatando todo o processo de criação e crescimento da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto/USP e personalidades que marcaram sua história. Com base em metodologia proposta pelo Professor Carlos Humberto P. Corrêa, da Universidade Federal de Santa Catarina, organizou-se, também, o roteiro de entrevistas a antigos Diretores, professores, alunos e funcionários para formação do arquivo de história oral.

Consolidado todo esse trabalho, inaugurou-se, no dia 5 de março de 1990, o Centro de Memória da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto/USP (CEMEERP).

Durante um período o CEMEERP ficou fechado para visitação pública, uma vez que não havia funcionários disponíveis para administração e organização dos materiais, bem como espaço adequado para exposição do acervo .

A partir de daí, por iniciativa da Diretora da EERP/USP, neste período, Profª Drª Emília Campos de Carvalho, em trabalho conjunto com a comissão de Cultura e Extensão Universitária, representada por sua Presidenta - Profª Drª Toyoko Saeki e com a colaboração da funcionária Cristina Maria Zanferdini Oliva e da bolsista do COSEAS, Raquel Gonçalves Vieira Palhares, aluna do curso de graduação em enfermagem, no dia 10 de agosto de 1999, em comemoração ao 46º aniversário da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto/USP, o Centro de Memória foi reaberto em um novo espaço .

Em 2002, a Enfermeira Luciana Barizon Luchesi e uma aluna de graduação, Lia Mara da Silva, iniciaram um trabalho voluntário de diagnóstico do acervo e tentam reabrir o CEMEERP ao público. Contudo, as dificuldades orçamentárias permitiram poucas atividades além da visitação. As atividades foram possíveis devido à autorização da Diretora da EERP em 2002 Profª. Drª. Emília Campos de Carvalho*.

No período de outubro de 2003 a outubro de 2004 a EERP-USP contou com a participação de três bolsistas no CEMEERP através de recursos financeiros fornecidos por um projeto enviado à Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP, permanecendo a Enfermeira Luciana Barizon Luchesi como voluntária . Nesse ano o CEMEERP passou a contar com o apoio constante da Direção da EERP através da Diretora e Vice-Diretora (Professoras Doutoras Isabel Amélia Costa Mendes e Margarita Antonia Villar Luís) e também com orientação da Professora Doutora Toyoko Saeki*.

Em 2005 a Enfermeira Luciana Barizon Luchesi, enquanto aluna de Pós-Graduação desta instituição, foi bolsista do Programa de Aperfeiçoamento de Ensino (PAE) na disciplina de História da Enfermagem, possibilitando um estágio prático dos alunos do 1º ano no CEMEERP e a participação dos alunos em discussões sobre a importância da preservação do patrimônio histórico*.

A disciplina de História da Enfermagem na EERP-USP e o estágio prático no CEMEERP despertaram o interesse dos alunos pelo acervo. A introdução de atividade prática na Disciplina de História da Enfermagem, em maio de 2005, motivou a candidatura de 11 voluntários para o CEMEERP. Fica, portanto, demonstrado que a disciplina pode também, além de cumprir sua finalidade educativa e cultural, servir como estratégia para sensibilização e mobilização de talentos com potencial de agregar valor aos projetos culturais, de ensino e de pesquisa* .

Esta atividade vem sendo realizada anualmente até os dias atuais sob responsabilidade da Profa. Dra. Margarita Antônia Villar Luis e da Doutoranda Luciana Barizon Luchesi. Esta atividade propiciou a participação de mais de 40 alunos em estágio voluntário no período de 2002 à 2007 .

No período de fevereiro de 2006 a fevereiro de 2007 a EERP-USP renovou o projeto de solicitação de recursos junto à Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP, a EERP recebe verbas para um bolsista por um período de 1 ano e para compra de materiais de consumo utilizados na conservação dos documentos .

O trabalho avançou muito nos últimos 5 anos em virtude principalmente do trabalho dos voluntários. Entretanto, a imensa quantidade de materiais esperando acondicionamento adequado e identificação dá uma perspectiva de trabalho ainda para os próximos 10 anos. Os treinamentos realizados em Museus com especialistas (Museu Paulista, Arquivo do Estado de São Paulo e Biblioteca Comunitária da Universidade Federal de São Carlos) possibilitam a realização de um trabalho dentro das normas de conservação preventiva vigentes .

Em 2007 a Diretora Profa. Dra. Maria das Graças Bomfim de Carvalho nomeia a funcionária Mara Elisa Ferreira Oliva para o acervo desafogando a demanda administrativa que o acervo exige e auxiliando nas atividades técnicas do acervo e elaboração de projetos. Além disso a Direção possibilitou a aquisição de novos equipamentos e materiais que tem potencializado o processo de informatização do Centro de Memória da EERP-USP, auxiliando no desenvolvimento de projetos para solicitação de verbas junto à órgãos de fomento entre outros .

Os voluntários também têm se empenhado em realizar projetos de pesquisa. No momento existem 2 trabalhos de pesquisa em andamento (1 com bolsa do CNPq), ambos sob orientação da Profa. Dra. Margarita Antonia Villar Luis .

O CEMEERP hoje conta com uma infra-estrutura tecnológica importante para o avanço da catalogação e disponibilização do acervo ao público geral e pesquisadores.

A modernização do acervo poderá fomentar o trabalho que vem sendo desenvolvido pelos voluntários e atrair novos pesquisadores. Além disso, abrangerá as três maiores finalidades da Universidade: Ensino, Pesquisa e Extensão, dando visibilidade a profissão Enfermagem através de sua história e integração sócio-cultural da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto com o público em geral* .

*Conteúdo subtraído do artigo LUCHESI LB, MENDES IAC, LUIS MAV, SAEKI T. Redescobrindo o Centro de Memória da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto: Relato de experiência. Esc. Anna Nery Rev. Enferm agosto 2006, 7(2):147-155.