• Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Úlcera por Pressão / Módulo de Ensino / Revisão

Imprimir

Revisão

 

Estudo de Caso

J. S., de 27 anos de idade sofreu uma queda do telhado quando o consertava há um ano atrás ficando paraplégico. Ele queixa-se da presença de uma ferida na região glútea percebida pela presença de drenagem em suas calças. Ele fica o dia todo sentado na sua cadeira de rodas. Não tem almofada redutora de pressão na cadeira. Sua esposa o auxilia no cuidado quando ele permite.

 

Dados Objetivos

Úlcera de pressão na região da tuberosidade isquiática direita, estágio IV, com 4 cm de largura, 5 cm de comprimento e 3 cm de profundidade, com odor fétido e grande quantidade de exsudato. A base da ferida tem presença de tecido necrótico amolecido. A pele ao redor da ferida não apresenta eritema ou endurecimento. Não há presença de descolamento ou de túneis.

 

Questões abertas

1. Qual é a causa mais provável da úlcera de pressão deste paciente?

2. Esta úlcera precisa debridamento? Por quê? O que poderia ser usado para debridar?

3. Qual curativo seria apropriado para esta ferida?

4. Qual avaliação adicional é importante para a cicatrização da ferida?

 

 

 

Questões para  Revisão

 

Para cada uma das questões abaixo escolha a resposta correta: Verdadeira ou Falsa. Veja depois as justificativas para as respostas.

 

1. Necrose do tecido é parte da formação da úlcera de pressão.

2. Úlcera de Pressão ocorre quando tecidos moles são comprimidos por outros tecidos moles.

3. Um importante aspecto da circulação tecidual é a pressão de fechamento capilar.

4. A amplitude de pressão do final arterial para o final venoso é de aproximadamente 30-50 mmHg.

5. Três aspectos críticos da teoria da causa da úlcera de pressão são: intensidade da pressão, duração da pressão e tolerância tecidual.

6. Fatores extrínsecos incluem nutrição, fumo e idade.

7. Nas úlceras de pressão de estágio I, além da observação da hiperemia que não esbranquece é necessário comparar ambas as regiões corporais.

8. Úlceras de pressão cicatrizam pelo estadiamento reverso evoluindo do estágio III para o II e I.

9. Nos Estados Unidos, é freqüente ver familiares de pacientes processando instituições e profissionais devido ao desenvolvimento de úlceras de pressão.

10. Um número crítico para lembrar em relação a prevenção de úlceras de pressão é 30°

11. Nenhuma superfície de suporte reduz eficazmente a pressão dos calcâneos.

12. Superfícies de suporte que aliviam a pressão tentam diminuir a pressão abaixo do fechamento capilar.

13. Uma cama com elevada perda de ar pode causar desidratação.

14. É fácil sair da cama com elevada perda de ar.

15. Uma cama com elevada perda de ar é bastante pesada.

16. Uma cama com elevada perda de ar utiliza bastante energia elétrica.

17. Uma cama com baixa perda de ar é construída sobre a estrutura de uma cama hospitalar comum.

18. Os colchonetes tendem a elevar a altura do leito.

19. A dimensão da ferida é medida em centímetros.

20. Descolamento é a destruição que aprofunda a ferida.

21. Feridas profundas têm que ter suas cavidades preenchidas cuidadosamente.

22. Um curativo de hidrocolóide nunca deve ter odor quando removido.

23. Um curativo transparente deve ser trocado diariamente.

24. Debridamento autolítico ocorre pela manutenção da umidade da ferida.

25. Debridamento cirúrgico é a maneira mais rápida de remover tecido necrótico do tecido.

26. Uma úlcera de estágio II tem músculo visível

27. Um curativo de alginato deve ser utilizado em feridas com pouca drenagem ou exsudato.

28. A gaze pode causar debridamento mecânico quando é arrancada do tecido onde estava aderida.

29. O fator mais importante para uma úlcera de pressão cicatrizar é o curativo.

30. Anti-séptico tipo PVPI facilita a cicatrização dos tecidos pela diminuição da contagem bacteriana.

31. Líquido de Dakin é similar a solução de alvejante.

32. No hospital, frascos de SF 0.9% abertos precisam ser desprezados após 24 horas.

33. Os pacientes podem fazer o seu próprio SF 0.9% em casa.

34. O curativo da úlcera de pressão deve ser feito sempre com técnica estéril.

35. A contagem bacteriana na ferida pode afetar a cicatrização.

36. Para pacientes em risco, a pele deve ser avaliada todos os dias.

37. Pacientes que ficam sentados e são capazes de ajudar, devem mudar sua posição de hora em hora.

38. A avaliação nutricional é um componente crítico da prevenção e tratamento da úlcera de pressão.

39. Pacientes que ficam sentados não estão em risco para ter úlcera de pressão.

40. Quanto menor o escore da Escala de Braden, menor é o risco para úlcera de pressão.

 

Clique aqui para ver as resposta

 

 

Online

Nós temos 52 visitantes online