• Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Pé Diabético / Módulo de Ensino / Doença Vascular Periférica

Imprimir

Doença Vascular Periférica

 

· A doença vascular periférica (DVP) é um fator importante relacionado ao resultado de uma úlcera no pé.

· A ateroesclerose e a esclerose da média são as causas mais comuns da doença arterial.

· A ateroesclerose causa isquemia pelo estreitamento e oclusão dos vasos. A esclerose da média (esclerose de Moenckeberg) é a calcificação da camada média produzindo um conduto rígido sem, no entanto, invadir o lúmen arterial.

· A probabilidade de cicatrização de uma úlcera em pé diabético pode ser estimada utilizando-se testes vasculares não invasivos. A pressão do tornozelo e a do hálux podem estar falsamente elevadas devido à esclerose da camada média.

· Dor em repouso resultante da isquemia pode estar ausente em pacientes diabéticos devido à neuropatia periférica.

· Os fatores associados à elevada prevalência de ateroesclerose são o fumo, a hipertensão e o diabetes. O acúmulo de colesterol nas paredes dos vasos é o passo crucial para a aterogênese.

 

Quando os vasos colaterais compensam de forma adequada a obstrução da artéria, pode ser que não haja sintomas em repouso, todavia, quando a demanda pelo fluxo sangüíneo aumenta, pode ocorrer claudicação intermitente. Os sintomas na fase final são dor em repouso, particularmente à noite, e ulceração ou gangrena.

 

Online

Nós temos 55 visitantes online