Pé Diabético / Módulo de Ensino / Epidemiologia

Imprimir

Epidemiologia

 

A) A neuropatia é o fator de risco mais importante e prevalente na formação de úlceras.

1. Está presente em 80% dos pacientes diabéticos que apresentam ulceração nos pés.

2. As neuropatias parecem estar relacionadas à duração do diabetes e ao nível de controle glicêmico.

B) O risco de ulceração ou amputação aumenta em pessoas do sexo masculino que tenham tido diabetes por dez anos ou mais, cujos níveis de glicose não sejam controlados e que apresentem complicações cardiovasculares, nefropatia e retinopatia.

C) No Brasil, a taxa de incidência de amputações de membros inferiores relacionada ao diabetes, em estudo realizado no estado do Rio de Janeiro, foi de 180/100.000 pacientes,representando um risco de ocorrência 100 vezes maior entre os diabéticos (1).

D) As condições de risco relacionadas aos pés que estão associadas a maior probabilidade de amputação são: neuropatia periférica com a perda da sensibilidade protetora, biomecânica alterada, hemorragia sob calos ou deformidades ósseas, doença vascular periférica, histórico de úlcera ou amputação e patologia grave envolvendo as unhas.

E) Aproximadamente 15% das pessoas com diabetes desenvolverão úlcera nos pés.

F) Diabéticos têm 15 vezes mais chances de desenvolver úlceras nos pés que conduzem à amputação do que os não diabéticos.

G) Dos pacientes diabéticos que sofreram amputação, de 50% a 60% terão a amputação do membro contralateral no período de 3 a 5 anos. Isso implica em altos custos de hospitalização, assim como em termos de afastamento do trabalho, curativos, efeitos sociais e emocionais e reabilitação.